Pesquise na » LAGOA «

O que eu sinto por você Guili...

Desta vez... Fugindo um pouco ao tema do Blog um pouco, mais como às vezes faço daqui um diário também, não tinha melhor lugar para expressar com palavras este sentimento, pensei em escrever em outro lugar, mais aqui é o Blog, minha (nossa e de quem acompanha) Lagoa! Resolvi por escrever aqui mesmo.
Como diz Osvaldo Montenegro "Que a pessoa que amo seja para sempre amado mesmo que distante..." Eu amo tanto aquele menino, que sinto uma dor forte no peito que chega a machucar... Mais essa dor tem nome, é uma dor somente por não estar com ele nesse momento de sua vida, a dor da saudade!

Como tudo começou (há exatos dez anos e nove meses atrás)...


- Tem certeza mesmo que não está grávida?! Isso tudo é sinal de que vem uma gravidez por aí! - disse minha avó.
- Não... Estou tomando remédio. - a mãe dele (minha tia).


Algumas semanas depois...

- É estou grávida mesmo! Não sei como aconteceu. Afinal eu tomo remédio.
- Que notícia maravilhosa! - todos.
- Eu avisei... - minha avó.

Alguns meses...

- É um menino!!! - mãe do bebê
- Que legal! Assim vocês terão um casal... - minha avó
- E como vai se chamar? - eu
- Vai se chamar Guilherme. - pai do bebê.
- Bem vindo Gui... - todos.
- É bem vindo Gui. - eu

Mais uns meses...

- Ele é lindo! - eu. (com lágrimas nos olhos)

NOTA: Quando segurei aquela criança, tão pequenininha em meus braços, quando o olhei, toquei seu rostinho delicado, foi amor a primeira vista. Lembro muito bem daquela sensação, foi tão bom. Ele era tão fofinho, tão inocente, tão meigo, tão singelo. Eu o queria para mim! Foi um amor que até então eu nunca tinha sentido por ninguém em toda minha vida. Senti que por ele eu faria qualquer coisa, que eu sempre o amaria!

Três meses depois...

- Tia pode deixar ele comigo, eu cuido. Faz o seguinte, a senhora dá mama para ele de noite e vai lá à igreja... Vou ficar com ele, e quando ele acordar de madrugada eu dou a mamadeira. E depois de manhã a senhora vem pra cá e dá mama de novo para ele... - eu.
- Tem certeza? - mãe dele.
- Claro... Eu cuido dele! (Esta foi só a primeira de inumeráveis noites que dividi minha cama com ele, no começo dava numa boa, cama de solteiro eu e um bebê, mais ele foi crescendo e foi ficando apertado... Mesmo tendo outras camas em casa, ele gostava de dormir comigo)

Nove meses depois...

- É pique, é pique... Feliz aniversário meu bebezinho!
- eu com ele no colo.

NOTA: Durante um momento na festa eu o peguei no colo, e sai com ele... Conversando e brincando e disse (é claro que ele não entendeu muito, néh)

- Meu Guili, eu amo você, nunca acredite em quem disser o contrário! (primeira vez que usei o apelido "Guili")

Três anos depois...

Ele todo emburradinho, fazendo bico e cruzando os bracinhos no peito disse para alguém (não lembro quem)

- Eu um sô Guili nãum! (o "um" ele queria dizer não!)

NOTA: Por dentro eu ria, depois de um tempo do niver de um aninho ele entendeu que eu o chamava de Guili, mais não deixava ninguém o chamar assim! Eu nunca disse para ele só atender eu por este nome, mais algo na cabecinha dele inocente de anjo de Deus, o fez agir assim. Era uma festa, alegria só quando ele chegava a minha casa, ele corria e pulava no meu colo e eu o girava lá no alto. Ele ria e eu ria junto!

Ele agora com três aninhos...

- Isso tudo é porque você sempre gostou de criança, deixa só o Kadu nascer... Você vai querer só o mais novinho! - minha avó.

Setembro (mesmo ano)

- Nossa Ju... Ele é lindo demais... Parabéns viu! - eu.

...

- Guili vem cá ver o seu priminho! ... Olha ele é bem pequenininho, igualzinho como você era! Lindinho não é?
- É No. (Ah! Como eu amava aquele menino!)

...

- É vovózita acho que não saiu bem o planejado não é? O Kadu é meu primeiro sobrinho, é lindo demais! Mais o Guili é o Guili... Sempre será meu número um! - eu. (Minha avó rindo concorda.)

...

Depois do primeiro vieram mais três sobrinhos (e mês que vem, nasce mais um)... Amo os pequetitos, e ainda mais quando o Dudi (Kadu) fala:

- Tia Noo eu posso ir com você?
(É fofo né?!)
(O Guili ri e fala) - Porque ele te chama de tia?!
- Porque sou tia dele ué... Risos! (e cairam os três na gargalhada!)

A idade deles: Carlos Eduardo 6 anos; Vinícius 5 anos; Paulo César 4 anos e João Pedro 2 aninhos!
Todos foram bem recebidos pela tia coruja, mais o Guili... Continua sendo o amor maior!!!

...

Brincadeiras e traquinagens, passeios de bicicletas, patins e afins... Correr, ir ao parquinho, jogar bola, desenhar, ensiná-lo a desenhar no computador, contar histórias, passeios no shopping, cinemas, parques de diversões, apostas, carinho, amor, cuidado.

...

Sete anos...

- Noo eu te amoo muito! (sempre encho os olhos de lágrimas quando ele me diz isso!)

...

Nove anos...

Recebi uma proposta de trabalho, teria que estar em SP no dia 04 de Março para trabalhar. E com dor no coração, comprei a passagem para o dia anterior (niver dele). Eu brinquei muito com ele até o dia chegar. Ligava todos os dias... Então no dia:

Infelizmente não tive coragem de ir a casa dele no dia da partida, se eu fosse... Não teria viajado, então liguei, com lágrimas nos olhos e uma dor até então nunca sentida no coração!

- Parabéns pra você meu amorzinho! Você sabe que a Noo te ama muito não sabe?!
- Eu também te amo muito!
- Guili a Noo vai fazer uma viagem... Vou morar em outra cidade, e vai demorar um pouco para eu voltar, mais nunca eu vou esquecer você viu. NUNCA!
- Tá bom Noo.
- Vou te ligar sempre que der. E quando você sentir saudades lembre-se de tudo que já passamos juntos e das brincadeiras e pense em mim, com certeza, estarei pensando em você! Eu te Amo muito viu!
- Eu também te amo.
- Vou sentir muitas saudades...

(Ele rindo diz) - Noo sabe por que você escolheu viajar hoje?
(Sem entender ainda a inocência da criança eu disse, ainda com lágrimas nos olhos) - Não por quê?
- Porque hoje é meu aniversário! E você vai me trazer um presente de lá!
(Que lindo... Mal sabia ele o quanto era a distancia eu disse) - É sim Guili. Vou trazer um presente para você meu amor! ... (Despedi-me dele não queria que ele soubesse o quanto eu chorava, se eu falasse mais um minuto, desistiria de vez da viagem)

Sete meses depois...

- Tia eu consegui a folga, vou no sábado de manhã e volto na segunda de madrugada. Não avisa ninguém, mais leva todo mundo lá na casa da vó. Quero fazer uma surpresa principalmente pro Guili e para a vó! - eu
- Eles vão ficar muito felizes No!­ - tia Rose.

O re-encontro...

Ele chegou e veio correndo e pulou no meu colo, eu o abraçava e chorava ao mesmo tempo. Ficamos o dia inteiro grudados um no outro. Conversamos muito, ele ria, eu ria. Era nítido o quanto eu estava feliz!

Final da noite...

- No vai doer tanto em você como em mim, mais eu preciso ir embora, meus pais já vão para casa! (Noooossa como um menino de nove anos fala uma coisa assim, quase chorei!).
- Tudo bem Guili. Vai pra casa tá! E aí, gostou do presente de aniversário?
- AMEI... (disse rindo).
- Eu te amo viu!
- Eu também te amo MUITOOOOOOOOOOOOOO! - ele ( e saiu correndo).

Natal e Ano Novo...

Cheguei lá em minha casa e no outro dia ele foi lá... Ele estava tão lindo! Meu amorzinho... Meu príncipe! Corri e abracei, beijei e ele ficou comigo o tempo todo (de novo). Passei quase um mês em casa, e meus momentos foram todos dele!

Ele filmou, tirou fotos, fez caretas, brincamos juntos, rimos, jogamos... Ah como eu o amo!!!


- Porque você não volta a morar aqui?
- Guili eu fui morar lá em São Paulo porque fui fazer faculdade. Aqui não tem o curso!
- E qual é?
- Jogos Digitais!
- Faz um jogo pra mim?!
- Sim eu faço como você quer?
- De luta!
(rindo eu disse) - Mais vai demorar, a faculdade são três anos!
- Eu esperoooo!

Jogamos wii, fomos ao shopping, brincamos de correr, de pegar, de pular, jogamos no PC, ele passou madrugadas acordado porque queria ficar comigo (lindoo).

...

Conversa pelo telefone... (Já em SP)

- Eu já sei que curso quero fazer na faculdade!
- Ãnh!? Sério?!
- Arram sério!
- Me conta então qual é?
- Engenharia Mecatrônica.
- Uau que legal... Mais Guili você sabe o que é Engenharia Mecatrônica?
- É claro! É engenharia eletrônica de informática. Vou poder criar jogos para vídeo-game, vou trabalhar com programas de computação.
(eu ri e disse) - Ainda tem muito tempo até a faculdade afinal você ainda vai fazer DEZ anos mês que vem!
- Mas eu vou fazer! Meu pai vai me colocar no curso de informática também. E ai quando você criar o jogo para mim, eu vou transferir ele para o vídeo-game. (...)

... A conversa fluiu por duas horas!

...
Conversa por telefone (28/FEV/2011)

- Que saudades! E que milagre este celular estar ligado!
- É eu também estou com saudades, mais você não liga mais pra mim! Meu celular fica ligado o tempo todo...
- Eu já estava até na page do seu Orkut, ia te mandar um recado: "Liga esse celular", mais cai do cavalinho!
- Ele fica sempre ligado agora... Você que não liga mais.
- Ah!!! Eu não liguei porque não tinha mais crédito, coloquei crédito hoje e liguei.

- Humn então tá!
- E a festa? Fiquei sabendo que vai ser o maior festão da história... Que dia será?
(ele rindo respondeu) - É vai ser mesmo! Vai ser dia 13.
- Também né, o pai fazendo 50tão e o filho fazendo 10, tem que ser um festão mesmo!
- Olha e quando eu tiver fazendo 20 ele vai fazer 60... Ele vai ser velhinho!
- kkkkkkkkk
- No a vó disse que você vai mudar de cidade, é verdade? Para onde você vai agora?
- Estou querendo ir morar na praia!
- Mais e aí, você vai começar tudo de novo que você já começou? (Pára tudo! Como assim? Choquei!)
- Não se eu mudar mesmo, eu só vou dar continuidade Guili... Vou fazer a faculdade lá e trabalho também ué! E quando você vier me visitar poderemos ir à praia.
- Legal... Mais não vai deixar de fazer meu jogo viu!!!

... (mais uns 50 minutos de conversa) ...

- Preciso desligar vou tomar banho, ir ao trabalho!
- Tá tudo bem...
- Beijos
- Eu te amo No!
- Eu também te amo!

...

Agora um ano depois que sai de minha cidade para morar em SP, tem vezes que choro tanto de saudade, mais ele é minha força interior, sei que um dia ele vai estar de novo do meu lado fisicamente, porque ele está no meu coração sempre.

- Guili você é o meu maior tesouro! Quando você nasceu aprendi no momento em que te segurei nos braços pela primeira vez o significado do verdadeiro amor... Hoje posso dizer de boca cheia:
»» o AMOR é a reciprocidade de sentimentos verdadeiros entre duas pessoas! ««


- Não canso de dizer o quanto eu amo você! E sei que este meu amor é recíproco... Sei que você também sente falta, assim como eu... Sei que me ama! O vídeo é só algo para demonstrar o quanto amo você meu príncipe!

LEMBRE-SE: - Nunca acredite em alguém que disser que eu não amo você! Você é muito importante em minha vida!!!

E agora sim...

Parabéns para você meu príncipe... Desejo que seu dia seja repleto de alegria, amor e muita felicidade. Desejo que você brinque muito, que tenha curiosidades para descobrir esse mundo tão gigante! Saiba que mesmo estando longe e não podendo estar ao seu lado hoje, estou em seu coração! Sei que a vida não é só um mar de rosas, mais peço à Deus para que quando você tiver que tomar suas decisões você possa sempre seguir pelo caminho que vai trazer felicidade à você!

Conte sempre comigo... SEMPRE! Vou ser sempre sua Noo não importa o que aconteça. AMOR a gente não mede, a gente simplesmente dá... Eu dei o meu amor para você!

Enquanto eu viver amarei você meu amor!!!

11 comentários:

  1. é tão difícil de encarar essa separação né? Esses principezinhos que nos cativam... Chega a parecer impossível que um dia viveremos longe deles...

    ResponderExcluir
  2. Nooossa vc nem imagina o quanto é difícil.. Ele é meu melhor!
    Tem dias que choro tanto, ligo para ele e ficamos no tel por duas horas.

    Depois vem alguém e pergunta: "O que vc tem de assunto com seu primo, uma criança de DEZ anos?"

    AMOR (tenho certeza)

    ResponderExcluir
  3. Acredite, eu imagino sim o quanto é difícil :)

    ResponderExcluir
  4. Nossa que lindo, um amor puro e verdadeiro, não é filho mas é como se fosse, fiquei bastante emocionada com o que escreveu...

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo mesmo o amor de vcs..
    é incrivel como um ser tão pequeno faz tanto estrago dentro da gente né?
    Pelo menos tecnologia está ai pra diminuir um pouco (quase nada) essa saudade!

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Holla...
    Uma louca pela vida... é não é filho, mas é como se fosse! Amo demais aquele menino e sinto falta pela distância!!!

    Minha Amor éh verdade!!! Pelo menos a tecnologia está aí... Mas nada paga poder olhar os olhos dele quando ele sorri ou quando ele faz "arte".. aí vc pergunta: "Guili o que você fez?" E ele: Nada não Noo. (com aquela carinha de "aprontei só isso")

    Beijas!!!

    ResponderExcluir
  7. Responde seu comentário la no blog, Adorei a sua contribuição.

    Glauber Machado
    Ponto G
    Sexoamoreviadagens.blogpsot.com

    ResponderExcluir
  8. Que lindooooooooooooooooooooooooo!
    Já tô apaixonada pelo Guili tambem! RSRSRS..
    Sério Lya, fiquei emocionada com o que escreveu. Sinto exatamente a mesma coisas pelas minhas irmãs, as duas sabe? Mas a minha primeira irmã, (hoje com 11 anos), é como se fosse uma filha tambem. Sempre fizemos tudo juntas, como vc e o Guili. Até escrevi um posto há uns dois anos quando ela fez 10 aninhos. Vou ver se eu acho pra te mandar.. rs

    Beijoos =)

    ResponderExcluir
  9. Glauber obrigada pela atenção ao comentário!


    Jess ele é lindo e apaixonante mesmo rss... Mas eu sou meio suspeita para falar, né?!
    To esperando a postagem viu... Mande o link para mim...

    Beijoos!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião... Nós, as sapas garantimos uma resposta! =)