Pesquise na » LAGOA «

ANIVERSÁRIO DA SAPA DA LAGOA


Opaa! Mais um aniversário?!
Sim...

Agora é o aniversário de uma integrante da Lagoa =D (comemorado junto com o aniversário da Lagoa)... ANIVERSÁRIO da "sapa" ou "sapinha" e de + VÁRIOS nomes pelos quais já fui chamada. Os apelidos foram vários em todo esse tempo, lembro-me dos que mais marcaram de alguma forma...

Su: Amiga incrível, acompanhou muita coisa ao meu lado...

Outros nomes foram: "No", ou "noiéia" e "nozinha" esses sempre foram usados em minha casa, família ou parentes... E tinha aqueles que tiravam um SORRISO dos meus lábios todas as vezes que eram pronunciados, como "minha Butterfly", "Flor de Lótus" e "gatinha"... Depois as variações "Little Butterfly", lembro-me muito bem de como foi dado cada um desses apelidos... Um apelido que sempre gostei é "índia branca", minha avó me chama assim até hoje!

Agora nem só de flores são os apelidos dirigidos a mim, risos... Ela foi a primeira a ver quem eu realmente sou e me chamava de "grossa e arrogante", depois meu amigo, posso dizer que é o meu melhor amigo que me chamava de "no bolha", sempre achei horrível, mas quando ele viajou e se mudou de cidade, o que eu mais sentia vontade era de ouvi-lo me CHAMANDO assim e vê-lo na minha frente para um grande abraço eu poder dar nele... E aquele outro, que toda vez que me vê, abre os braços e diz "minha amiga sapatinha", e tem o nome que veio de longe (Lá da Europa) "marrentinha", não é que até elas lá de longe tem um nome específico?! Agora, tem um que eu particularmente acho que combina MESMO comigo "chatinha", sei o quanto é difícil conviver comigo, sou MESMO muito chata.

"Como posso querer que meus amigos ENTENDAM as coisas loucas que passam em minha cabeça, se nem mesmo eu as entendo?!".
Chamam-me de 'louca'? "Sou LOUCA, pois não encontrei 'razões' suficientes para ser 'normal'!".

Cinco anos atrás, nasceu o blog: Uma sapa fora da Lagoa e com ele, novos apelidos como "sapinha linda" (será que sou mesmo?!) ou somente "sapinha", tornaram-se conhecidos e públicos, risos... Acho que os nomes "amore" e "bebê" não contam né... Ou contam?! Enfim, também FUI chamada algumas vezes assim. =D

Depois disso veio o nome em destaque e "Lya" tornou-se mais um entre tantos os apelidos do meu nome... Hoje os nomes mudaram (ou não) um pouco, para uma sou "mocinha", para uma específica continuo sendo "Flor de Lótus", ele que voltou a me chamar de "no bolha", e tem os clássicos "chatinha" e "grossa" (particularmente eu os adoro). E agora MAIS um entrou para este hall de vencedores, virei agora "menininha bobinha e vazia" EXPLÊNDIDO! E o mais novo de todos, se já não bastassem os montes, é o "cretininha"... Realmente as pessoas têm mentes férteis para darem tantos nomes a uma pessoa (eu) só, risos!

Claro não posso me esquecer dela que me chama de "No" e se não bastasse isso, todas as vezes que escreve meu nome ela coloca ao lado (L)... *-* E agora, mas um novo foi descoberto, talvez pela minha paixão pela Raposa e por seus ensinamentos, tem alguém que me chama de "principezinho", lindo não?! *-* E ela tem sido a "erva" como o principezinho chama SUA rosa!

"Sou uma criatura com uma CARAPAÇA grossa que protege uma essência suave e vulnerável!".

Enquanto uns dizem "não vejo isso, você nunca foi chata, nem muito menos grossa comigo" outros dizem "nunca vi essa parte sensível e vulnerável em você"... ISSO é um mistério! E eu fico a perguntar: Qual SERÁ o próximo?! Porque esses nomes foram dados nesses vinte e seis anos... E agora será que os nomes "apelidos" irão mudar OU novos serão acrescentados?! Não sei... Mas o #FATO é: eu gosto DELES! ... Então aí vai: FELIZ ANIVERSÁRIO:


* No, nozinha, noiéia
* índia branca
* garotinha
* Minha Butterfly
* Flor de Lótus
* Little Butterfly
*gatinha
* grossa, arrogante
* no bolha
* amiga sapatinha
* chatinha
* louca
* sapinha linda ou sapinha
* marrentinha
* Lya
* mocinha
* menininha boba e vazia
* cretininha
* No (L)
* principezinho

* Espaço para o próximo!

Seja como for o nome:
FELICIDADES HOJE, AMANHÃ e SEMPRE!
E lembre-se:
"Sopre os ventos os seus sonhos eles voltarão a você em forma de realidades!".

PS: The Party (of 26years) will be the 'house of a lesbian'...
Comemorando com as Sapas da Lagoa!

DE MULHER PARA MULHER


Não se trata de gostar de MULHER no sentido sexual, ter tesão por MULHER nua, essas coisas. Isso pode ter também.

Mas se trata de gostar de MULHER em um sentido mais profundo.
Gostar do Universo feminino.


Observar que cada calcinha é única, tem uma rendinha diferente e ficar entretida com isso.
Sensibilidade é fundamental. Paciência também.


MULHER que não tem paciência para escutar a necessidade que outra MULHER tem de falar ou sensibilidade para cativá-la a cada dia,não gosta de MULHER.
Pode gostar de sexo com MULHER. O que é bem diferente.

Gostar de MULHER é algo além, é penetrar em seu universo, se deliciar como ela conta todo o seu dia, minuto por minuto, quando chega do trabalho.


Ficar admirando seu corpo, ser uma verdadeira devota do corpo feminino, as curvas, o cabelo, seios.
Mas também cultuar a sagacidade feminina, sua intenção, admirar seu sorriso que é altamente espontâneo.


MULHER que gosta de MULHER não está preocupada em quantas mulheres ela comeu durante a vida, mas sim com a qualidade do sexo que teve.
Mas quantas mulheres ela realizou sexualmente, fazendo-as se sentirem desejadas, amadas, únicas, deusas na cama e na vida.

A MULHER que gosta de mulher não come MULHER.



Ela penetra não só no corpo, mas na alma, respirando, sentindo, amando cada pedacinho do corpo, e, é claro, da personalidade.
Conquistar o corpo e a alma de uma MULHER é algo tão gratificante que tem que ser tentado várias vezes.

Só que algumas mulheres as que não gostam de MULHER, querem conquistar várias mulheres.



As que gostam de MULHER são as que conquistam várias vezes a mesma MULHER. E isso gratifica, fortalece e dá uma nova dimensão.
A dimensão da poesia, do amor e em última instância do impenetrável universo feminino.


Mas atenção MULHERES que gostam  de MULHER:


* Gostar de MULHER é penetrar em seu universo não é torná-las presas e sim libertá-las, admirá-las em sua insuperável liberdade.




Texto adaptado por Adriana Malman.

Futebol Feminino

Zapeando pela net hoje (aliás agora pouco), deparo-me com o título:

"Time de futebol feminino da Rússia quer jogar partida de biquini"


Bom?! Será?!
#Fato... eu não gosto de futebol, mas apreciaria sem reclamar uma partida dessas...

...

Que futebol feminino é muito chato de aturar todos nós sabemos, é por isso mesmo que pra chamar atenção, os times femininos cada vez mais investem em coisas inusitadas. É o que pretendem as jogadoras do Krasnoarmeysk, de Moscou. As garotas vão jogar a próxima partida usando apenas biquinis. E já providenciaram até um ensaio com a possível roupa pro próximo jogo.

“Nós somos o melhor time da Rússia, vencemos diversos campeonatos, até mesmo representando nosso país na Liga dos Campeões da UEFA”, disse a treinadora Tatyana Egorova, ao jornal inglês The Sun. “Mas poucas pessoas conhecem nosso time, e não há muito público em nossos jogos, então decidimos melhorar nossa imagem aparecendo de biquínis”, explicou a treinadora.

Seguem as fotos:


A ideia é divulgar a equipe e aumentar, consideravelmente, a venda de ingressos para os jogos do time.

ANIVERSÁRIO DA LAGOA


É aniversário... Sim, isso mesmo, mais um ano para o Blog aqui... Hoje fazem um total completo de CINCO ANOS e foram tantas as coisas que ele presenciou lágrimas, risos, brigas, Amizades, AMOR; De tudo um pouco! E ao mesmo tempo eu penso como foi difícil na época (cinco anos atrás) começar a escrever o blog... Primeiro veio a IDÉIA "vou criar um blog", e depois a sensatez apareceu "sim, mas o que vou escrever no blog?", e quando tudo estava acertado, já sabia que o criaria, sabia o que escreveria, só faltava... Só faltava "como mesmo vai ser o nome?", depois disso eu praticamente desisti de escrever, não tinha idéias para o nome do blog, não... Não mesmo!

Eu pensava no blog exatamente como um diário virtual, um lugar em que eu pudesse confidenciar coisas que aconteceram e que estavam acontecendo no presente momento, mas como fazer tudo isso sem um nome para o blog? Meus pensamentos eram os mais variados possíveis: "eu quero criar um blog onde eu possa contar sem entrelinhas como foi viver num mundo que não pertencia, por exemplo, quando eu me sentia estranha em relação às outras meninas da minha idade que só falavam de meninos lindos e de beijos com eles e eu não pensava nisso, NÃO mesmo! Ou de quando eu namorava só para 'os outros' verem que estou namorando, mas no fundo eu não curtia aquele namoro", essas eram basicamente as coisas que eu queria escrever e, SIM embora tenha demorado um pouco para sair do papel, hoje estes textos podem ser LIDOS aqui...

Eu pensava assim "vivo em mundo paralelo a estes, tenho gostos DIFERENTES não sei exatamente se isso é bom ou ruim, o fato é que eu não me encaixo nesses padrões e por quê?! Não sei...", resposta meio sem noção, mas de fato esta era a resposta. Os anos foram passando e aos poucos fui percebendo o que era e podia dar sempre uma resposta DIFERENTE, então... Veio o blog "sim vou escrever nele como eu me sentia fora daquele mundo por não viver no MEU mundo ideal", quando enfim, decidi isso, eu já vivia no mundo 'ideal'... Já não escondia de ninguém mais quem sou; o que quero ser... E já não mentia fazendo coisas que eu não gostava só para agradar uns ou outros...

E assim o blog nasceu, mas o nome ficou ainda martelando e martelando "que nome?! Mas que nome eu posso colocar? Tem que combinar com o que vou escrever, tem que ter a cara do MEU blog, tem que lembrar a mim mesma", fui andar, conversar e sair... E nas festas, baladas com amigas e namorada, lá estava eu pensando novamente quando alguém me cumprimenta: "Tudo bem sapatão?", eu já não me importava, NÃO MESMO... Mas eu pensei e FALEI "Sapatão não, sapatinha!", e foi mais ou menos assim que o nome do blog nasceu...

Voltei no outro dia para frente do computador, ainda pensando no nome para o blog "eu não vivia no lugar certo, vivia em um mundo paralelo e diferente daquele que eu queria, sou chamada de sapatão hoje por conhecidas e algumas amigas, mas eu revido SEMPRE dizendo sapatinha, rs... A Lagoa, como as meninas falam não fazia parte do meu mundo antes, começou SIM a fazer parte agora, mas se vou escrever sobre o passado então NÃO era assim tão liberal..."

Vários nomes sem sentido e que não combinavam surgiram, algo como 'perfeita imperfeita', 'imperfeita... ', e essas eram as opções que eu tinha, quando pensei na Lagoa, na Sapa, em mim... E saiu "Uma Sapa (eu) Fora da Lagoa (minha descoberta e aceitação)... PERFEITO!"

Como aqui é meu diário, posso dizer "Várias foram às páginas em branco, até arrancar eu arranquei algumas, mas nunca deixei de escrever"... Várias foram às vezes que acordei e pensei "vou deletar aquele blog", principalmente quando eu chorava e tudo nele me lembrava coisas passadas boas... Mas sempre tinha lá uma amiga que dizia "não, não faça isso!", e eu não fazia, a raiva acabou tomando conta por um tempo eu deletei várias postagens justamente para não lembrar de certas coisas... Mas depois se valesse a pena, me arrependi de ter deletado!

Hoje o blog comemora cinco anos de existência, ouvi há um tempo "se o blog passar pela fase dos dois anos é um bom sinal, mas depois vem os três anos e meio e por último os cinco anos, se passa de cinco anos aí é porque vai demorar a ser apagado...", não posso dizer que estive totalmente presente nesses cinco anos, vários foram os fatos que me deixaram afastada, mas mesmo assim, continuei algumas vezes capenga, outras vezes a vontade maior era deletar, mas nunca o fazia porque sabia que no fundo SENTIRIA falta...